quarta-feira, 12 de abril de 2017

{RESENHA} Os Instrumentos Mortais: Cidade de Vidro - Cassandra Clare

Finalmente Clary tem uma pista sobre como acordar a mãe do coma, sendo que seu primeiro passo é encontrar um feiticeiro chamado Ragnor Fell, para isso, será necessário ir até Idris, o país dos Caçadores de Sombras. Porém, Jace não a quer lá, pois teme que uma guerra esteja próxima, além de desconfiar do interesse da Clave em sua irmã, ainda mais depois de testemunhar o que os poderes dela são capazes de fazer... Ele fará de tudo para impedi-la, no entanto, a garota é determinada e dará seu jeito de entrar em Alicante (capital de Idris), vale lembrar que transpor as fronteiras da cidade sem autorização da Clave é crime e usar um portal por conta própria pode ser muito perigosos, para não dizer mortal.

Clique aqui para ver Cidade dos Ossos.

Os Lightwood já estão cheios de coisas com que se preocupar, a mais recente é estarem respondendo o porque de terem trazido consigo uma Criança Noturna, já que seres do Submundo não são bem vindos, nem permitidos na Cidade de Vidro (apelido de Alicante devido as Torres Demoníacas que se parecem com vidro). Apesar de que, é a deixa para que o novo Inquisidor investigue as peculiaridades que fazem de Simom um Diurno, uma vez que vampiros não suportam a luz do sol... Então, ele o encarcera, na prisão do Gard sem que a família de Jace saiba...

Clique aqui para ver Cidade das Cinzas.

Foto: Lu Garcia

Clique aqui para ver Cidade dos Anjos Caídos.

Clary, certa de que o melhor amigo está seguro em Nova Iorque, começa sua busca com o auxilio de um novo amigo, Sebastian Verlac, que parece bastante interessado nela e sempre disposto a ajudá-la. E mais do que descobrir como salvar a mãe, ela encontrará respostas sobre o terrível passado sombrio de seu irmão e o porque foram denominados "os experimentos de Valentim" pela Rainha Seelie.

Clique aqui para ver Cidade das Almas Perdidas.

Enquanto isso, Valentim se prepara para a batalha; o fato de possuir o Cálice Mortal e a Espada da Alma já o fazem o Caçador de Sombras mais poderoso. Porém, ele quer mais, ele quer o terceiro Instrumento Mortal: O Espelho, o qual está perdido em algum lugar de Idris... O vilão afirma que sabe o modo de derrubar as barreiras das Torres Demoníacas, o que a Clave duvida, já que para isso é necessário derramar sangue de demônio nas barreiras de dentro da cidade, mas como as Torres impedem os mesmos de entrar, acaba sendo um paradoxo. Será um blefe de Valentim a fim de conseguir a rendição da Clave através do medo? Valentim não parece ser o tipo que faz joguinhos...

Clique aqui para ver Cidade do Fogo Celestial.

Minha Percepção: Este é o terceiro volume da série Os Instrumentos Mortais e, na minha opinião, o melhor (por enquanto, são seis livros ao todo). Tenho muitos motivos para que Cidade de Vidro seja o meu queridinho, os mais fortes são: o fato de conhecer a terra natal dos Nephilim; a história do passado de Jace e Clary; e a entrada de Sebastian no enredo. Os motivos secundários (além da ficção) são: a possibilidade de reflexão sobre preconceito, inveja, sentimento de superioridade e demais mesquinharias que nos cercam diariamente mesmo que sejamos apenas mundanos... Quero dizer, Valentim detesta os seres do Submundo por se considerar melhor, nobre, especial, etc. Ao passo que sente inveja por não ter a mesma resistência física, força ou velocidade dos vampiros, lobisomesn, fadas e feiticeiros. Pensemos nisso para não nos tornar-mos como ele! Bjxx

sexta-feira, 7 de abril de 2017

{RESENHA} Os Instrumentos Mortais: Cidade das Cinzas - Cassandra Clare

Clary ficou sabendo de algumas histórias sobre o passado da mãe, coisas que ela não queria aceitar, como o parentesco com Jace e Valentim, seu irmão e seu pai, respectivamente. Viver sua vida de antigamente, ser uma mundana como sempre fora, era tudo o que ela gostaria, mesmo sabendo que isso é impossível, principalmente por fazer parte do Mundo das Sombras... Ela não só detesta como também não reconhece o impiedoso ex-Caçador de Sombras como pai, e esse nem é um problema considerando que sua mãe está em coma e que combate com todas as forças os sentimentos românticos pelo próprio irmão...

Clique aqui para ver Cidade dos Ossos.

Foto: Lu Garcia

Clique aqui para ver Cidade de Vidro.

Jace Wayland (ou melhor, Morgenstern) também tem seus infortúnios, descobrir que é filho de Valentim não é o pior deles, embora sejam consequências deste fato. A relação com a mãe adotiva , Maryse Lightwood, anda tensa, ela o acusa de saber que nunca fora um Wayland e de estar servindo como um espião a Valentim nos últimos sete anos. Também por esta novidade, a Clave encarrega a Inquisidora Imogen Herondale para investigar o garoto e puni-lo no caso de cumplicidade com o pai. Será que elas tem razão?

Clique aqui para ver Cidade dos Anjos Caídos.

Não fosse o bastante, alguém está matando e drenando o sangue de jovens do Submundo. Mas quem está fazendo isso, será Valentim, que os abomina tanto quanto aos demônios? Qual o objetivo do assassino? É possível que estas mortes estejam relacionadas com o roubo do segundo Instrumento Mortal, a Espada da Alma? Cassandra Clare mostra (já mostrou) que nada é impossível no Mundo de Sombras...

Clique aqui para ver Cidade das Almas Perdidas.

Minha Percepção -  Pois é galera, Cidade das Cinzas é um livro bom, o qual o enredo se desenvolve sem resolver muita coisa, quero dizer, temos os fatos sobre Valentim, Jace, Clary e Jocelyn estáveis, ou seja, não muda tanto em relação ao primeiro livro. O que há de original é o roubo da Espada, a visita que os garotos fazem a Corte Seelie (Rainha das Fadas) mesmo que seja perigoso, o inferno que a Inquisidora transforma a vida de Jace (me lembrou uma versão menos malvada da Dolores Umbridge do Harry Potter: #QueÓdio sabe?) e a evolução dos poderes dos "experimentos de Valentim" como a Rainha Seelie se refere a Jace e Clary; sei lá o que ela quis dizer com isso... Provavelmente descobriremos no próximo título.

Clique aqui para ver Cidade do Fogo Celestial.

HORA DO SPOILER - Se você ainda não leu a série, é melhor parar por aqui, ok?

Só eu reparei no comportamento da Inquisidora em relação a Jace durante a batalha no navio logo após ela visualizar a cicatriz no ombro do garoto?? Eu não acredito que sua atitude tenha sido por pena do rapaz, uma vez que Valentim não faz a troca; e nem por remorso por ter se equivocado. Tem coisa ai... 

domingo, 2 de abril de 2017

{RESENHA} Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos - Cassandra Clare

Clarissa Fray e Simon Lewis são melhores amigos e estão se divertindo em uma boate chamada Pandemônio quando ela percebe um casal (um menino de cabelos azuis e uma menina muito bonita) se dirigindo para um local reservado, porém o que a impressiona é ver dois garotos armados com facas brilhantes os seguindo. Curiosa e preocupada, ela percorre o mesmo caminho e chega a um depósito onde flagra o assassinato do adolescente de cabelos coloridos pelos outros três (sim, a menina fora apenas um chamariz). Lógico que ela tenta impedi-los, sabe que deve chamar a policia; no entanto, o corpo desaparece no ar... quando Simon chega com um segurança do estabelecimento, pergunta o que a amiga faz ali sozinha... Em outras palavras, eles não conseguem enxergar o trio ali com Clary... Contudo, eles estão ali bem na sua frente; a questão é: como uma mundana é capaz de reparar no Mundo de Sombras?
Foto: Lu Garcia
Os jovens são Isabelle, Alec e Jace e não são assassinos, são Nephilim (filhos de anjos com humanos), ou seja, Caçadores de Sombras cuja missão é proteger os mundanos (pessoas comuns) dos demônios e outros seres do Submundo que representem ameaça ao mundo como o conhecemos.
Em casa a mãe de Clary, Jocelyn, está agindo de forma anormal, ela parece apreensiva e misteriosa ao avisar para a filha que irão passar o resto das férias no sitio de Luke, o melhor amigo da mãe. Claro que a garota detesta a ideia e sai de casa brigada com Jocelyn. Eis que ela recebe uma ligação da mãe cuja voz está muito nervosa implorando que  menina não retorne ao apartamento, mas ela desobedece e corre para casa; lá descobre que a mãe desapareceu e é atacada por um demônio... Acorda três dias depois no Instituto, um refugio para Caçadores de Sombras, onde Hodge, o tutor de Isabelle, Alec e Jace, conta lhe que sua mãe não é o que diz ser... que ela mentiu a vida toda para Clary...
Minha Percepção - Cidade dos Ossos é o primeiro título da série Os Instrumentos Mortais a qual tem como partida a procura de Clarissa pela mãe. Consequentemente a garota precisará descobrir quais segredos se escondem no passado de Jocelyn e isso inclui saber quem é Valentim, um Caçador de Sombras que todos acreditavam estar morto, o qual provavelmente está por trás do sequestro. Em paralelo, há a busca pelo Cálice Mortal - um dos instrumentos mortais (ao todo são três). Será que uma coisa tem a ver com a outra? Até que ponto a mãe de Clary está envolvida nesta história? Porque Luke, de repente, parece não se importar com o paradeiro de Jocelyn?

Clique aqui para ver Cidade do Fogo Celestial.

No começo da trama eu fiquei um pouco embaralhada, pois há muita novidade para ser digerida de uma só vez. Aos poucos fui me inteirando, conhecendo o Mundo de Sombras criado por Cassandra Clare como, por exemplo, o que é a Clave, o Ciclo, a Ascensão, quem são os Irmãos do Silêncio, as Crianças Noturnas, os filhos de Lilith, o que é Idris, Alicante, as torres demoníacas, entre outros. Com o virar das páginas a gente se acostuma com todos estes termos e a leitura flui ainda melhor. Estou empolgada com a saga, acho que tem muita coisa embaixo do tapete que virá a tona...